Logo NIC.Br Logo CGI.Br

Curso Intensivo da EGI

O Curso Intensivo da Escola de Governança da Internet no Brasil tem como principal objetivo capacitar atores envolvidos com o funcionamento e a governança da Internet, como empresários, comunidade técnica, ativistas, pesquisadores, gestores públicos e empreendedores, para que possam aprofundar o conhecimento acerca dos temas e desafios relacionados à Governança da Internet no Brasil e no mundo.

Para isso, o curso aprofunda conceitos, explicita os contextos, temas, desafios e foros de debate sobre a governança e desenvolvimento técnico da Internet. O Curso Intensivo é gratuito, presencial em um modelo de imersão, com duração de 50 horas.

Endereço do curso: Hotel Blue Tree Morumbi, Av. Roque Petroni Junior, 1000, Brooklin Novo - SP - São Paulo - 04707-000.

O Curso Intensivo tem como objetivos específicos:

  • Capacitar os participantes sobre temas relacionados aos princípios para a governança e uso da Internet e sobre outros temas específicos relacionados com a Internet, prioritariamente em relação ao Brasil, mas também tratando de temas globais;
  • Capacitar e aprofundar os debates em torno dos modelos de governança multissetorial, multilateral e pluri participativo da Internet; e
  • Mobilizar e interagir com as redes de pesquisa (não apenas acadêmicas) e de atuação (empresários, ativistas, gestores, formuladores de políticas públicas e comunidade técnica) prioritariamente no Brasil, mas também na América Latina, Caribe e em demais países, para fomentar a interlocução em projetos e atividades comuns relacionados aos temas da Escola.

A Escola de Governança da Internet no Brasil - EGI é uma iniciativa do CGI.br. O pleno do CGI.br vem debatendo sobre a necessidade de criação de cursos para fomentar e incentivar a capacitação, pesquisa e estudos sobre a Governança da Internet no Brasil.

O Curso Intensivo da Escola de Governança da Internet teve início em 2014, com apoio do CGI.br, a partir das iniciativas de sucesso já executadas pelas equipes do NIC.br e seguindo os moldes da experiência da EuroSSIG, escola de verão europeia com mais de 10 anos de existência.

Mais detalhes sobre a aprovação da Escola de Governança da Internet no Brasil no pleno do CGI.br podem ser encontrados na Resolução CGI.br/RES/2013/042.

VI turma do Curso Intensivo da Escola de Governança da Internet no Brasil (EGI)
PROCESSO DE SELEÇÃO - 2019

1) A VI turma da EGI Intensiva será realizada entre os dias 7 e 12 de julho de 2019, em formato de imersão na cidade de São Paulo. Serão oferecidas 35 vagas.

2) Público: para participar da EGI as pessoas que se candidatarem devem ser maiores de 18 anos, necessariamente falar português brasileiro fluentemente, e ter disponibilidade de ficar durante todo o período do curso, com dedicação integral. Ex-alunos podem se inscrever, desde que não tenham participado da última turma do curso.

3) Fases do processo de admissão:

3.1) Inscrição;. o período de inscrição está detalhado no tópico 13;

3.2) Avaliação e seleção: a avaliação dos candidatos será realizada pela Comissão de Avaliação (CA), a qual analisará três aspectos principais de cada candidatura: (i) análise curricular, (ii) conhecimento específico e (iii) diversidade. A seleção será realizada pela equipe do NIC.br responsável pela coordenação do curso. Os critérios de avaliação destes aspectos e seleção encontram-se especificados no tópico 8;

3.3) Confirmação das candidaturas: a divulgação dos candidatos selecionados será seguida do processo de confirmação das candidaturas conforme descrição disponível no tópico 09.

4. Inscrição

4) Inscrição: as inscrições serão feitas através de formulário eletrônico na página web da EGI, disponível em: https://egi.nic.br/, que solicitará as seguintes informações:

4.1) Currículo: máximo três páginas;

4.2) Texto sobre relação de sua atividade profissional com o conteúdo programático da EGI: máximo 500 caracteres;

4.3) Texto sobre potencial de multiplicar/a do conhecimento adquirido: máximo 500 caracteres;

4.4) Texto analítico: O texto deve ser elaborado pelo próprio candidato, necessariamente em português, versando sobre o tema de Governança da Internet. O candidato deve discorrer sobre o tema, demonstrando seu conhecimento específico: máximo 3.500 caracteres.

5) Candidaturas inconsistentes: entende-se por candidatura inconsistente aquela que não oferece subsídios mínimos para a avaliação porque não completa corretamente os campos necessários, ou não cumpre as exigências formais mínimas do processo seletivo. Candidaturas consideradas inconsistentes não serão avaliadas.

6) Comissão de Avaliação (CA): formada anualmente por um grupo de 30 pessoas, todas ex-alunas da EGI, selecionadas e contratadas pela equipe de Assessoria do CGI.br, que compõe a Coordenação da Comissão. A composição da comissão avaliadora seguirá o critério da diversidade no que se refere ao setor de representação, à região de origem, gênero, área de pesquisa/atuação profissional etc. Dessa forma, garante-se que a CA tenha conhecimento prévio do conteúdo da EGI e visão abrangente sobre o campo da Governança da Internet, bem como garantindo a manutenção da filosofia colocada em prática pela Escola e fomenta a rede de agentes multiplicadores do conhecimento adquirido na EGI.

6.1) Cada avaliador passará por uma oficina para ser instruído sobre os critérios de avaliação, inclusive com provas práticas para que, antes de iniciar o trabalho, tenha tido oportunidade de discutir com a coordenação da CA eventuais dúvidas e questões. Todas as avaliações serão realizadas em um sistema on-line disponibilizado pelo NIC.br que distribuirá os candidatos aleatoriamente entre os avaliadores

Fica vedada a participação dos membros da CA no processo de admissão do curso.

7) Avaliação: Cada candidato será avaliado por três membros da CA. Cada avaliador analisará a inscrição do candidato com base nos critérios descritos no tópico 8, e atribuirá uma nota para cada critério de acordo com os pesos constantes no tópico 9. Com isso cada candidato terá três notas distintas; sua nota final será a média simples destas três notas.

Critérios de avaliação: apresenta-se abaixo um detalhamento dos pontos sobre os quais a CA se debruçará para avalição dos candidatos.

8.1) Análise curricular: considera o histórico de atuação profissional do(a) candidato(a), seu envolvimento com temas relativos à Governança da Internet e seu potencial como disseminador/a e multiplicador/a de conhecimento. O material de avaliação da análise curricular resume-se a três componentes: o currículo resumido e os dois pequenos textos em que o/a candidato/a aborda a relação de sua atividade profissional com o conteúdo programático da EGI, bem como seu potencial como multiplicador/a do conhecimento adquirido. Esta análise se baseará em três aspectos:

8.1.1) Atuação em grupos de stakeholders (empresarial, governamental, técnico-científico, sociedade civil), como Instituições/Grupos de pesquisa, associações de classe, empresas que atuem no campo, instituições e órgãos públicos relacionados, ONGs e outras instituições da sociedade que estejam envolvidas com o tema, bem como atividades relacionadas com a Internet;

8.1.2) Experiência/histórico de atuação nos temas relacionados à governança da Internet;

8.1.3) Potencial de multiplicar o conhecimento adquirido do candidato.

8.2) Conhecimento específico: avalia o conhecimento de cada candidato/a sobre temas relativos à Governança da Internet. A base material dessa avaliação é o texto analítico submetido no processo de candidatura, e os critérios analisados são:

8.2.1) Pertinência temática: será avaliada a pertinência dos tópicos abordados no texto em relação aos temas de governança da Internet;

8.2.2) Habilidades de leitura e escrita: será avaliada a coesão e coerência, aspectos formais e estruturais do texto (ortografia, gramática, pontuação, concordância, regência etc.). A CA verificará se os aspectos formais estão contribuindo para uma leitura fluida do texto, com clareza de ideias, ou se estão atrapalhando a leitura e compreensão do texto do candidato;

8.2.3)Conhecimento dos temas relacionados: conhecimento do candidato sobre os temas de governança da Internet será avaliado de forma qualitativa. Esta avaliação consiste em verificar se o conteúdo apresentado está de acordo com o debate atual do campo;

8.2.4) Articulação de fontes de informação/referências: será avaliada a habilidade do candidato em articular fontes e referências importantes para o campo da governança da Internet, tanto no sentido de verificar se fontes foram utilizadas/apresentadas quanto no de aplicação e articulação dessas fontes.

8.3) Diversidade: o processo garantirá diversidade setorial, geográfica, de gênero e de perspectivas/áreas de atuação no conjunto dos candidatos selecionados. Tal aspecto considera a necessidade de buscar assegurar equilíbrio de gênero, região geográfica, setores de atuação e áreas de conhecimento no grupo de estudantes da EGI.

8.4) Eliminação por plágio: caso seja identificado plágio, o candidato terá todas as suas notas zeradas e será excluído do processo. Um software será utilizado para essa verificação.

9) Confirmação das candidaturas: A divulgação dos candidatos selecionados será seguida pelo período de confirmação das candidaturas. Os candidatos terão uma semana para confirmar sua participação no curso. Na hipótese do aluno não confirmar sua presença, sua candidatura será cancelada e a vaga será aberta para o próximo candidato da lista de espera.

10) Composição da nota: a nota de cada candidato será calculada em duas etapas distintas. Na primeira, cada um dos três avaliadores atribuirá uma nota para o candidato, e na segunda etapa a nota final será calculada como uma média simples destas três notas iniciais. Concluída a segunda etapa, cada candidato terá uma nota final única por média simples que será utilizada para ranqueamento dos candidatos.

Os membros da CA atribuirão uma nota para cada candidato de acordo com os pesos relacionados abaixo.

10.1.1) Com relação à análise curricular:

  • Atuação em grupos de stakeholders (tópico 7.1.1) – Peso 25
  • Experiência/histórico de atuação (tópico 7.1.2) – Peso 25
  • Potencial de multiplicar o conhecimento adquirido (tópico 7.1.3) – Peso 10

10.1.2) Com relação texto analítico:

  • Pertinência temática - peso 15;
  • Habilidades de leitura e escrita - peso 5
  • Conhecimento dos temas relacionados - peso 15;
  • Articulação de fontes de informação/referências - peso 5

11) Seleção de alunos: ao final do processo de atribuição das notas, a equipe do NIC.br que coordena o curso, em posse do ranking de candidatos, aplicará o critério de diversidade do grupo de alunos para assegurar participação equilibrada em termos de gênero, região geográfica, setores de atuação e áreas de conhecimento dos candidatos. Os vinte primeiros alunos terão suas vagas garantidas no programa da EGI. Os alunos nas posições entre o 21 e o 35 poderão ser substituídos para atender ao critério da diversidade. O NIC.br/CGI.br reserva-se o direito de convidar, ainda, participantes adicionais (máximo 5), distribuidos entre seus funcionários e representantes de seus parceiros institucionais, para participarem do curso.

Todos os candidatos inscritos terão um retorno por e-mail, comunicando sobre o posicionamento final da seleção.

12) Participação no curso: os participantes deverão estar presentes no local do curso das 08h30 até as 21h30, podendo se hospedar em um dos 3 hotéis próximos ao local do curso - o Ibis, Ibis Budget Morumbi ou Hotel Blue Tree Morumbi.

Endereço do curso: Hotel Blue Tree Morumbi, Av. Roque Petroni Junior, 1000, Brooklin Novo - SP - São Paulo - 04707-000.

12.1) Auxílio participação: o participante poderá solicitar auxílio para hospedagem e deslocamento na ficha de inscrição mediante justificativa.

13) Cronograma: as datas abaixo relacionadas são uma previsão inicial, e podem ser alteradas posteriormente. Neste caso as alterações serão divulgadas através da página web da EGI, disponível em: https://egi.nic.br/

13.1) Abertura das inscrições: 25 de fevereiro;

13.2) Encerramento das inscrições: Prorrogado para 5 de maio (domingo, até meia noite);

13.3) Divulgação dos candidatos aprovados: prorrogada para semana do dia 03 ao 07 de junho;

13.4) Confirmação das candidaturas: prorrogada para semana do dia 10 ao 14 de junho.

Inscrições encerradas

Programa da VI turma do Curso Intensivo da Escola da Governança da Internet - EGI.

 

07/07

 

Horário Atividade
18:15 - 21:00 Abertura do Curso Intensivo da Escola de Governança da Internet

08/07

 

Horário Atividade
08:30 - 10:00

Fundamentos técnicos: como funciona a Internet

Antônio Moreiras

10:00 - 10:30 Intervalo
10:30 - 12:00

DNS

Rubens Kuhl

12:00 - 13:00 Almoço
13:00 - 14:30

Ecossistema da Segurança cibernética

Cristine Hoepers
Klaus Steding-Jesen

14:30 - 15:00 Intervalo
15:00 - 16:45

Origens da Internet

Demi Getschko

16:45 – 18:15

Governança da Internet

Flávio Wagner

 

18:15 - 19:30 Jantar
19:30 - 21:00

CGI.br: História e Desafios

Carlos Alberto Afonso
Manuel Lousada

09/07

 

Horário Atividade
08:30 - 10:00

WEB

Vagner Diniz

10:00 - 10:30 Intervalo
10:30 - 12:00

Economia de Dados

Rafael Evangelista

12:00 - 13:00 Almoço
13:00 - 14:30

Governança dos algoritmos

Sérgio Amadeu

14:30 - 15:00 Intervalo
15:00 - 16:30

Inteligência artificial e ética

Caitlin Mulholland

16:30 - 16:45 Intervalo
16:45 - 18:15

Neutralidade da Rede

Vinicius Santos
Nathália Patrício

18:15 - 19:30 Jantar
19:30 - 21:00

Exibição e debate do filme The Computers

Tanara Lauschner
Ana Carolina Hora
Tatiana Jereissati
Nathalia Patricio

 

10/07

 

Horário Atividade
08:30 - 10:00

Privacidade

Diego Carvalho Machado

10:00 - 10:30 Intervalo
10:30 - 12:00

Lei Geral de Proteção de dados pessoais e a Autoridade Nacional de Proteção de Dados

Renato Leite Monteiro

12:00 - 13:00 Almoço
13:00 - 14:30

Liberdade de expressão

Luiz Fernando Moncau

14:30 - 15:00 Intervalo
15:00 - 16:30

Inimputabilidade da rede no Marco Civil da Internet – remoção de conteúdo e bloqueio de aplicações

Carlos Affonso Souza

16:30 - 16:45 Intervalo
16:45 - 18:15

Lei europeia de filtragem e Direto Autoral

Mariana Valente

18:15 - 19:30 Jantar
19:30 - 21:00

Desafios das grandes plataformas: inovação, neutralidade, direito a informação

Eduardo Parajo
Flávia Lefràve
Miriam Wimmer
Rafael Zanatta

 

11/07

 

Horário Atividade
08:30 - 10:00

Internet e Democracia

Sivaldo Pereira

10:00 - 10:30 Intervalo
10:30 - 12:00

Desordem Informacional e Discurso de ódio

Thiago Tavares

12:00 - 13:00 Almoço
13:00 - 14:30

Diversidade cultural

Guilherme Varella

14:30 - 15:00 Intervalo
15:00 - 16:30

Desafios jurisdicionais da Internet

Luiza Brandão

16:30 - 16:45 Intervalo
16:45 - 18:15

Futuro da Internet e sua governança

Diego Canabarro

18:15 - 21:00 Jantar de Confraternização

 

12/07

 

Horário Atividade
08:30 - 10:00 Introdução ao Jogo Multissetorialismo
10:00 - 15:30 Jogo Multissetorialismo
15:30 - 15:45 Intervalo
15:45 - 16:45 Apresentação final

 

 

Sujeito a alterações.

  • 27/02/2019: Data de início da inscrição para seleção no curso
  • Prorrogada para 05/05/2019: Data limite para inscrição para seleção no curso
  • Prorrogada para 03/06/2019 - 07/06/2019: divulgação da lista de aprovados no curso
  • 07/07/2019 - 12/07/2019: Realização do curso